Resenha Crítica: Diário de Uma Paixão

Confesso que nunca havia lido nenhum livro de Nicholas Sparks até recentemente. Não que eu não tivesse vontade, mas sempre dei prioridade para outros gêneros, já que, embora eu seja mulher, não sou muito romântica. Mal isso, né? Mas acabei me rendendo ao livro Diário de Uma Paixão, presente de aniversário do meu querido pai. O livro estava na fila, meu aniversário é em novembro.. hehe... Confira a sinopse e meu parecer mais abaixo.

Sinopse: O livro tem início com um senhor que narra uma história de amor a outra idosa. Mas não é uma história de amor qualquer, e sim uma relação que resistiu a vários desafios e forças externas contrárias a esse romance. Noah Calhoun e Allison Nelson são dois jovens de classes diferentes que se conhecem em um verão e se apaixonam perdidamente. Como era de se imaginar, os pais de Allie (Allison), que eram eles a família de classe alta, e não a de Noah, não aprovaram o relacionamento, e fizeram com que os jovens se separassem. Temendo que os dois continuassem o romance às escondidas, os pais se mudam de cidade acabando de vez com a história. Anos mais tarde, quando Allie está para se casar com um advogado de renome, uma matéria de um jornal local sobre a restauração de uma antiga casa, a qual Allie reconhece imediatamente como sendo a casa de Noah, faz com que ela sinta o incontrolável desejo de visitá-lo. Lá chegando, ambos recomeçam o processo de reconstrução de seu relacionamento. Até que chega o momento de Allie decidir se ficará com Noah a todo o custo, ou fará a vontade de sua família e se casa com seu pretendente satisfazendo as exigências de sua família que preza pelos costumes de uma alta sociedade.

Crítica: Estou para ver o filme, porque amo a Rachel McAdams. Acho ela uma linda e amada, e eu queria ser ela... hehehe. Mas vamos ao livro. Francamente, eu imaginava que o grande Nicholas Sparks fosse o melhor romancista do mundo, tendo em vista o imenso número de fãs e seu grande renome. Mas quase sempre quando a expectativa é grande, no fim, acaba vindo com ela uma decepção, às vezes enorme, às vezes pequena. E foi isso que aconteceu comigo e com O Diário de Uma Paixão. Por favor, não me leve a mal. Não quero dizer que o livro não é bom. Eu só esperava que a minha opinião fosse paralela ao que eu imaginava dele. O caso é que o achei um romance bastante comum, nada muito extraordinário. Mas ele não é de todo ruim, não. A narrativa é envolvente, o desfecho é muito agradável e a história de amor dos dois é um exemplo de como o amor verdadeiro deveria ser. E se existe amor como esse, então o mundo não está tão perdido. Acabei de comprar mais quatro livros do autor, aproveitando a mega promoção que o Submarino fez recentemente, e tenho mais um que está na fila faz um tempinho. Isso quer dizer que a decepção não foi tão grande a ponto de eu desistir do queridinho Nicholas. Mas, sinceramente, espero que Diário de Uma Paixão não seja sua melhor obra.

Minha Nota: 7,0

Comente com o Facebook:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...